fbpx
controle de estoque

Controle de estoque: 4 dicas para um controle de estoque eficiente

Seu controle de estoque ainda é feito de forma manual? As planilhas de excel ainda são a única forma de acompanhar a entrada e saída de produtos da sua empresa?

Então saiba que você pode estar atrasando o progresso do seu negócio.

Comparado com um sistema de controle de estoque, a quantidade de trabalho manual que isso exige é enorme, necessitando de mais pessoal e mais tempo para sua execução. 

Confira abaixo 4 razões para investir em uma solução tecnológica e mudar esse cenário.

Boa leitura!

 

Como fazer um controle de estoque eficiente

Um controle de estoques eficiente pressupõe a organização dos itens e das informações de forma precisa. Assim, tanto as operações diárias como o planejamento são facilitados.

Além disso, sem um controle de estoque as mercadorias são prejudicadas  — com faltas ou sobras — que impactam diretamente nas vendas e nos custos dos produtos. Portanto, saber estimar a demanda permitirá que os investimentos sejam mais bem direcionados.

Isto é: você saberá exatamente a hora de repor uma mercadoria.

 

Por que é essencial ter um controle de estoque? 

De maneira simples, pode-se dizer que uma gestão de estoques eficiente impacta positivamente os resultados do seu negócio, trazendo mais lucro e organização. Mas, para entender o porquê disso, é preciso conhecer os benefícios gerados por ele, como:

  • Tomada de decisões mais estratégicas; 
  • Informações precisas sobre estoques;
  • Estimar as necessidades futuras e optar por direcionar os investimentos a elas;
  • Reduzir gastos desnecessários e excesso de mercadorias em estoque; 
  • Organização do seu espaço físico;
  • Facilitação da logística e do bom atendimento do cliente;
  • Aumento sustentável das vendas.

4 motivos para ter um sistema de controle de estoque

Implementar um sistema de controle de estoque resolve as dificuldades e limitações que o monitoramento manual apresenta. Veja a seguir 4 razões que justificam o seu uso

1. Integração dos setores e automatização de tarefas

Seja nas indústrias ou no varejo, os estoques fazem parte de processos que envolvem outros setores — como o de compras, produção, financeiro, comercial, etc. 

Ao integrar todas essas áreas, o sistema permite que as informações sejam centralizadas e fluam entre elas com mais agilidade. Ademais, isso possibilita a eliminação da repetição de tarefas, como o registro de entradas e saídas, por cada um desses departamentos.

2. Produtividade e otimização do trabalho

Como consequência da integração de setores e da automatização de tarefas, o fluxo de trabalho também é otimizado. Afinal, não há mais tempo perdido com atividades manuais de digitação, controle de planilha e contagem de itens. Além disso, outra consequência direta é a redução de falhas e retrabalhos. Dessa forma, a produtividade da equipe também cresce.

3. Precisão das informações

Sistemas de controle de estoque permitem um monitoramento mais eficiente do inventário e do saldo, gerando consistência para as informações. Além disso, a centralização dos dados possibilita que eles sejam auditáveis. Isso funciona de tal forma que as lideranças e os  gestores da empresa pode usá-los como base para diversas atividades, como:

  • Previsão de demanda e estimativa de vendas;
  • Análise histórica e elaboração de cenários;
  • Relatórios analíticos e confrontação de possibilidades;
  • Planejamento de compras;
  • Definição de estoque mínimo e máximo;
  • Direcionamento de ações e recursos;
  • Tomada de decisão.

4. Planejamento financeiro

Planejar e compatibilizar o espaço físico, os prazos, as demandas, as entregas, os pagamentos ou as vendas dependem de informações confiáveis para serem eficazes.

Essas mesmas ações têm um importante impacto financeiro. 

Afinal, o capital de giro e o caixa dependem delas para serem otimizados. Um sistema de controle de estoque permite que os dados utilizados sejam confiáveis e atualizados, da mesma forma que ajusta todos os processos envolvidos e a previsão de quantidades.

O que considerar para escolher um sistema de controle de estoque ideal para o seu negócio?

A decisão sobre qual é o sistema de controle de estoque ideal para sua empresa começa entendendo as necessidades dela. Cada negócio tem suas particularidades.

Com isso delimitado, é preciso conhecer as funcionalidades e a praticidade de uso do software. Para tanto, observar quais são as possibilidades que oferece para integração com outros aplicativos, a utilização em mais de um estabelecimento e em multi-estoque, a automatização de tarefas, a escalabilidade e a personalização é fundamental.

Nesse momento, também é importante saber mais sobre o suporte e o tipo de serviço de implementação que o fornecedor disponibiliza. Além disso, consulte qual infraestrutura é necessária para que o programa funcione adequadamente em seu negócio.

A Falcora, por exemplo, tem um produto que otimiza o controle de estoques com diversas funcionalidades, e seu know-how facilita todo o processo de implantação. 

Mais do que isso, oferecemos uma solução para gestão que vai do faturamento ao financeiro, gerando mais segurança para a sua tomada de decisão.

Agora que você sabe como escolher um software adequado para isso, descubra mais sobre como a Falcora pode ajudar. Explore nosso site e fale conosco!

controle de estoque, Dicas de Gestão, sistema de controle de estoque, sistema de gestão


Marcos Leite

Cofundador da Falcora, Head de Marketing & Vendas e Diretor da área de Projetos de implementação dos Sistemas de Gestão ERP.

Soluções Inteligentes, Lucros Rápidos.

Suporte Técnico humanizado por Telefone, E-mail e WhatsApp

Atendimento 24x7 para emissão de Cupom ou Nota Fiscal

Atualizações Tecnológicas e de Legislação Fiscal.

Melhores praticas de gestão de processos e integrações

Área de Treinamentos e Cursos.

© 2022 Falcora. Todos os direitos reservados.

%d blogueiros gostam disto: